top of page

Product sunset: Lições do encerramento do Artifact

A startup de agregação de notícias Artifact, fundada pelos co-fundadores do Instagram, anunciou em 12/01/24 que está encerrando suas atividades. A decisão foi anunciada por meio de um post no blog, no qual a startup explicou que decidiu "encerrar as operações" do aplicativo lançado há mais de um ano, afirmando que a oportunidade de mercado não era grande o suficiente para justificar investimentos contínuos.


A equipe havia rapidamente iterado seu produto, que inicialmente era um aplicativo de leitura de notícias semelhante ao SmartNews, transformando-o em uma plataforma de curadoria e descoberta de notícias, onde os usuários individuais podiam se tornar criadores, encontrando pérolas interessantes da web que outros poderiam curtir e comentar. Eles também empregaram várias ferramentas de IA para resumir notícias, reescrever manchetes sensacionalistas e destacar o melhor conteúdo. No entanto, a série de mudanças talvez tenha diluído o valor original do produto, que era um simples aplicativo de notícias que poderia competir com ofertas integradas nos telefones dos usuários, como o Apple News. O resultado final foi algo mais semelhante a uma substituição do Twitter - mas esse é um mercado com inúmeros concorrentes, incluindo, de fato, o Instagram da Meta, que lançou um rival do Twitter/X chamado Threads.


No post do blog, escrito pelo co-fundador do Instagram e do Artifact, Kevin Systrom, ele escreve que reconhecer a realidade do mercado é algo que as startups frequentemente falham em fazer, mas "tomar a decisão difícil mais cedo é melhor para todos os envolvidos".

"O maior custo de oportunidade é o tempo gasto em coisas novas, maiores e melhores que têm a capacidade de alcançar milhões de pessoas", escreve Systrom. "Estou pessoalmente empolgado em continuar construindo coisas novas, embora apenas o tempo dirá o que poderá ser. Vivemos em uma época empolgante em que a inteligência artificial está mudando praticamente tudo que tocamos, e as oportunidades para novas ideias parecem ilimitadas", disse ele.

Para dar aos usuários tempo para fazer a transição, o aplicativo começou desativando vários recursos, como a capacidade de comentar e fazer posts. Isso ajudou a reduzir os esforços de moderação. As postagens existentes permaneceram visíveis até o final de fevereiro.


O encerramento ocorre em meio a uma competição crescente no cenário de rivais do Twitter, mas também a uma desaceleração no uso de outros agregadores de notícias, como o SmartNews. Este último teve um ano difícil em 2023, com demissões e a substituição de seu CEO, enquanto seu aplicativo vem perdendo downloads e usuários ativos. Em parte, a forma como os usuários estão encontrando notícias e informações está mudando com a chegada da IA. Ao mesmo tempo, os editores estão descobrindo que seu conteúdo foi envolvido em dados de treinamento de IA, que são então consultados por usuários de bots como o ChatGPT da OpenAI - levando a processos judiciais, em alguns casos, e acordos de licenciamento em outros.


Para o Artifact, não estava claro o que ele queria ser - uma plataforma de conversação e descoberta semelhante ao Twitter, um concorrente do Pinterest para descobrir links interessantes ou um mecanismo de notícias alimentado por IA. Isso pode ter levado a uma oportunidade perdida de capturar a atenção dos usuários, já que eles não sabiam como o aplicativo se encaixaria em seus fluxos de trabalho usuais.


Apesar do encerramento, Systrom diz que notícias e informações "permanecem áreas críticas para investimento de startups" e que acredita que outras "mentes brilhantes" estão trabalhando em ideias nessa área.


O co-fundador falou sobre o papel da IA no Artifact na conferência TechCrunch Disrupt em São Francisco há aproximadamente cinco meses.





banner convidando as pessoas para acessarem o Inspiration Space


Product sunset: Sabendo quando encerrar operações


O encerramento do Artifact, uma iniciativa dos co-fundadores do Instagram, ilustra um aspecto crucial do mundo das startups: a necessidade de saber quando encerrar operações. O fenômeno conhecido como "sunsetting a product" é um desafio comum enfrentado por empresas em todos os estágios de desenvolvimento.


Artifact passou por várias iterações de produto, desde um aplicativo de leitura de notícias até uma plataforma de curadoria e descoberta social. No entanto, apesar das mudanças, a startup enfrentou dificuldades para definir sua identidade e encontrar um mercado sólido. Isso ressalta a importância de uma estratégia clara desde o início e a capacidade de adaptar-se rapidamente às necessidades do mercado.


Um dos pontos levantados por Kevin Systrom, co-fundador do Instagram e do Artifact, é a necessidade de reconhecer a realidade do mercado. Muitas startups resistem a esse reconhecimento, continuando a investir recursos preciosos em projetos que não têm perspectivas viáveis de sucesso. O encerramento precoce, embora doloroso, pode liberar tempo e recursos para novas iniciativas mais promissoras.


Além disso, o caso do Artifact destaca a importância de compreender as tendências do mercado e as mudanças no comportamento do usuário. O surgimento da inteligência artificial está remodelando a forma como consumimos informações, criando desafios e oportunidades para as empresas de tecnologia. As startups devem estar atentas a essas mudanças e serem ágeis em sua resposta a elas.


O processo de "sunsetting a product" não é apenas sobre encerrar operações; também envolve facilitar a transição para os usuários. Desativar recursos gradualmente e oferecer suporte durante esse período de transição pode ajudar a preservar a boa vontade da marca e mitigar o impacto negativo sobre os usuários.


Embora o Artifact esteja encerrando suas operações, o setor de notícias e informações continua sendo uma área de interesse para investidores e empreendedores. A necessidade de soluções inovadoras neste espaço permanece, e outras startups certamente surgirão para enfrentar esse desafio.


O encerramento do Artifact serve como um lembrete importante de que o sucesso no mundo das startups não é garantido. No entanto, cada encerramento oferece lições valiosas que podem informar e inspirar as próximas gerações de empreendedores a navegar pelos desafios do mundo dos negócios com sabedoria e resiliência.


Banner informando as pessoas sobre o acesso ao Inspiration Space


Pontos relevantes em um processo de "sunsetting a product":


  1. Identificação do momento adequado: Reconhecer o momento certo para encerrar um produto ou serviço é um desafio crucial. Muitas vezes, as empresas hesitam em tomar essa decisão, mesmo quando os sinais de viabilidade e aceitação do mercado são fracos.

  2. Comunicação com os stakeholders: A comunicação eficaz com clientes, funcionários, investidores e outros stakeholders é essencial durante o processo de encerramento. Gerenciar expectativas e fornecer informações claras sobre os próximos passos pode ajudar a mitigar possíveis danos à reputação e manter a confiança das partes interessadas.

  3. Transição suave para os usuários: Desativar recursos e encerrar operações pode ter um impacto significativo nos usuários finais. Garantir uma transição suave e fornecer suporte durante esse período pode ajudar a minimizar a frustração e manter a satisfação do cliente.

  4. Gerenciamento de pessoas: O encerramento de operações muitas vezes envolve questões sensíveis relacionadas a demissões e realocação de funcionários. O gerenciamento cuidadoso das questões de recursos humanos é fundamental para mitigar o impacto emocional e financeiro sobre a equipe.

  5. Reflexão e aprendizado: Após o encerramento, é importante que a empresa conduza uma análise detalhada do processo, identificando os principais aprendizados e áreas de melhoria. Essas reflexões podem informar decisões futuras e ajudar a evitar erros semelhantes.



 


O que é "Sunsetting a product"?


"Sunsetting a product" refere-se ao processo de gradualmente descontinuar um produto ou serviço, geralmente devido a mudanças no mercado, baixa demanda, ou outras razões estratégicas ou operacionais. O termo "sunsetting" sugere a ideia de que o produto está "descendo como o sol", ou seja, sendo progressivamente retirado do mercado.


 

Você conhecia esse conceito?

  • Sim

  • Não



 

Texto inspirado em: Techcrunch


 

Olá, tudo bem? Espero que sim!


👍 Se você considerou esse conteúdo útil, compartilhe-o em sua rede de amigos e colegas de trabalho.


Quando compartilhamos algo interessante, aprendemos juntos e nos posicionamos profissionalmente! 😉


Ah, comenta aqui embaixo também, queremos conhecer seu ponto de vista sobre esse assunto.


Super obrigado! 🌻


Time Inspiravalley

 

4 visualizações0 comentário

Comments


O que será que tem em sua caixa de inspiração?

bottom of page